Abr 01

Prefeitura corta gastos para garantir equilíbrio financeiro

No total, somando todas as dívidas, Estado deve mais de R$ 6 milhões ao município de Pompéu.

Em entrevista às rádios de Pompéu nesta quinta-feira (29/03), no programa Bate Papo com o Prefeito, o prefeito Ozéas da Silva Campos falou sobre a tomada de medidas administrativas visando à contenção de gastos e equilíbrio financeiro da gestão, diante do atraso no repasse de verbas para o Município. Segundo o prefeito, o corte de cargos comissionados faz parte de um conjunto de medidas adotadas para reduzir gastos e ampliar a capacidade de investimento do município. De imediato, o enxugamento de cargos comissionados da estrutura administrativa e redução de despesas possibilitarão economia de R$ 490.000,00 no ano, ou seja, aproximadamente R$1.300.000,00 até o final do mandato.

Levantamento feito pela Controladoria da Prefeitura de Pompéu apontou uma dívida de mais de R$6 milhões do Estado junto ao cofre municipal devido aos atrasos nos repasses da cota-parte ao município com IPVA, Fundeb, recursos da saúde, entre outras fontes e dívidas existentes. Durante entrevista, Ozéas destacou o compromisso e o esforço da Administração Municipal em fazer o que for possível para a manutenção da qualidade de serviços à população e continuidade das obras e investimentos em execução pela Prefeitura. “Temos que fazer a nossa lição de casa diante dessas dificuldades enfrentadas pelos municípios de uma forma geral para não sofrer no futuro. Vamos entregar à população nos próximos dias a nova Rodoviária e o Centro de Convivência do Idoso, obras praticamente concluídas. Temos pela frente a Escola do Assentamento, a nova sede do CAPS, a construção da Biblioteca e do Abrigo Municipal que funciona atualmente em um imóvel alugado. A nossa programação será mantida”, apontou o prefeito.

Ozéas salientou ainda, que decisões continuarão sendo tomadas para manter os pagamentos em dia, como os salários dos servidores. “A Prefeitura de Pompéu tem fechado a folha e honrado seus compromissos rigorosamente. Neste mês de março por exemplo, efetuamos o pagamento nesta quarta, dia 28, o que tem sido difícil para vários municípios, que não conseguiram pagar o décimo terceiro em dia em 2017. Sem afetar a prestação de serviços públicos, estamos cortando algumas despesas e gerando economia. A estrutura organizacional vai continuar a mesma, porém um secretário vai responder interinamente por outra secretaria”, declarou o prefeito.