Out 23

Distrito Industrial prevê geração de 181 empregos

Mais desenvolvimento econômico e geração de empregos na cidade. A Prefeitura Municipal de Pompéu prevê a instalação de mais quatro empresas no Distrito Industrial ainda este ano e investimentos devem gerar 181 empregos. São Luís, Jr Ferragens & Madeiras, Leitepéu e Tratorsev estão entre as empresas que firmaram parceria com o município e devem se instalar na área até dezembro.

A Prefeitura iniciou em 2017 um processo de recuperação do Distrito Industrial, que fica no Bairro Paraíso e estava parcialmente abandonado desde que foi criado, em 2011 com uma área de 25 hectares. Na época, diversos lotes foram distribuídos pelo município para empresários, mas apenas duas empresas estavam ativas no local. Desde então, a atual Administração tem buscado novas empresas e indústrias para a cidade adotando uma política eficiente de incentivos e de novos investimentos no Distrito Industrial. De imediato, a ação garantiu a instalação de outras três empresas em cerca de 10 mil m2, dentre elas, uma especializada na fabricação de asfalto, um laticínio e uma marcenaria. Juntas, empregaram 33 pessoas.

Em 2018, a área ocupada crescerá em pelo menos 50 mil metros quadrados. “Nós estamos prevendo um investimento de R$5 milhões no período de 5 anos. Queremos tirar a grande movimentação de caminhões de dentro da cidade, gerar empregos e ter uma fábrica mais moderna para ajudar produtor rural. Com o secador de grãos aqui em Pompéu, o produtor não irá buscar em outras regiões e assim vai diminuir o custo de produção para o nosso produtor”, explicou o diretor presidente da Leitepéu, Dênis Campos Souza.

Para o prefeito Ozéas da Silva Campos, o desafio de atrair novas empresas para Pompéu passa pela implantação de uma política eficiente de incentivos e o tratamento de esgoto. “Promover mais oportunidades de emprego e fazer a nossa cidade crescer com qualidade de vida para o nosso povo é o nosso objetivo. Para isso, temos que nos empenhar na desburocratização dos serviços públicos, apoio constante aos empresários e comércio local e o tratamento de esgoto, com foco no desenvolvimento sustentável.”, ressaltou Ozéas.

De acordo com dados Secretaria Municipal de Agronegócio, Indústria, Comércio e Meio Ambiente, outros contratos foram assinados e devem fomentar ainda mais a economia da cidade. “Temos trabalhado para promover a infraestrutura adequada para o Distrito Industrial e captar novas empresas. A empresa Pré-Moldados e Concretos Armados também assinou contrato e tem previsão de abrir 12 vagas de trabalho, ocupando uma área de 3.500,00 m2”, destacou a diretora de emprego e renda, Gláucia Genilhú.

Notícias mais lidas